Posted by : Zyky Oct 8, 2012

O Poder do Fogo



O céu estava sereno, a brisa soprava fresca, vários Pokémon se escondiam em suas tocas para dormir, essa era só mais uma noite normal na região de Oblivia. Oblivia é um arquipélago, ou seja, é composta por várias ilhas, cada uma com suas características únicas, uma região repleta de beleza e mistérios de seu passado, oculto em ruínas.


Em uma dessas ilhas, nos arredores de uma pequena cidade, mora uma família conhecida por todos: os Ferysen. Joseph e Samantha Ferysen são Tops Pokémon Rangers, um dos cargos mais altos que um Ranger pode alcançar. Começaram como parceiros depois que saíram da Escola Ranger, em Almia, e a parceria acabou sendo para a vida toda. Eles são conhecidos por seus atos de coragem em prol de Oblivia, sendo muito bem reconhecidos.

Moravam afastados de Cocona Village, em uma casa um tanto pomposa para a simples família: ela era grande, de 2 andares, aparência rústica, rodeada de jardins e ao lado de uma floresta. 


No jardim da entrada da casa, estava o orgulho do casal: Richard, seu único filho. O garoto tinha 7 anos, pele clara, cabelos castanhos e olhos azuis, assim como seu pai; era inteligente e estudioso, amava os Pokémon e sempre queria saber mais sobre todos eles. Ele estava deitado ao lado de seu fiel amigo, Evy, um pequenino Eevee, que saíra a poucas semanas do ovo que ganhou no 7º aniversário.

Art by: Shineymagic

Os dois folheavam um enorme livro, mas o preferido do menino, em que falava tudo sobre os continentes, Pokémon, treinadores, etc., e estava em sua parte favorita: onde falava das características de Pokémon dragão e fogo, os tipos que ele mais gostava. Sua mãe preparava o jantar na enorme cozinha da casa, com dois ambientes, cheia de armários, uma grande mesa, a qual era ocupada pelos amigos e parceiros em ocasiões especias, e eletrodomésticos elegantes; seu pai cuidava da parte burocrática de ser um Ranger, em seu moderno escritório. Tudo estava como sempre, mas algo que estava preste a acontecer mudaria a vida do garoto definitivamente.

A quietude da noite foi quebrada por uma explosão na entrada da casa, não tão perto de Richard, mas o suficiente para arremessá-lo. Seus pais foram ao socorro do garoto, que estava atordoado, e foi quando várias mini naves pousaram cercando o local, levantando uma densa poeira. Do meio da confusão, Samantha e Joseph chamaram seus Pokémon: um Ampharos e um Staraptor,que ficaram em posição de batalha.


- Eles nos acharam... – sussurrou Joseph aflito.

- O que vocês querem?! – gritou Samantha, protegendo o filho.

Em meio à confusão surge um homem alto e amedrontador para os olhos assustados de Richard, ele estava vestindo um chapéu e sobretudo pretos, não sendo possível ver seu rosto.

- Vocês sabem o que queremos. – disse num tom irônico.

- Saia de nossa casa agora!

- Não até vocês pagarem e devolverem o que é nosso!

- Não temos nada que seja seu. – disse a mulher irritada.

- Será? Revistem a casa. – disse o homem.

Com um apontar dele, várias pessoas invadiram a casa, destruindo tudo em seu caminho, até que um deles veio e cochichou ao homem misterioso, mostrando que liderava a todos ali.

- Então parece que não está aqui... Diga onde está agora!!! – gritou sem paciência.

- Nem nos matando você vai descobrir...

- Será mesmo?

O homem jogou um objeto redondo para o céu, e de lá sai, num feixe de luz, um Pokémon metálico gigante, com enormes garras e algo parecido com um capacete com chifres em sua cabeça: um Aggron, e assim uma feroz batalha se iniciou. 

Art by: All0412

A mãe mandou o garoto fugir, mas ele se escondeu atrás de alguns arbustos e observou tudo em silêncio. Esses “monstros”, como pensava Richard, atearam fogo em sua casa. Ele abraçava o pequeno Evy, com os olhos úmidos ao ver tudo aquilo, seus pais não aguentariam por muito tempo; os dois eram fortes, mas ficaram em desvantagem quando todos ali liberaram seus Pokémon, a maioria mais fraco, mas ainda em maior quantidade. Eles caíram exaustos, seus Pokémon já estavam fora de combate, mas parecia que o homem queria mais:

- Vocês vão pagar por todo o prejuízo que nos causaram.

- Deixe meus pais em paz! – gritava o garoto que saiu de trás dos arbustos, tentando mostrar autoridade.

- Ah, é mesmo, esqueci de você pirralho... Bom, já que está se oferecendo, será o primeiro a cair. – disse o homem com uma risada malévola – Aggron, Hyper Beam.

- Flygon, tire Richard daqui e proteja-o, já! – ordenou Joseph, que num rápido reflexo, lançou uma pequena esfera, e de lá saiu um belo Pokémon, parecendo um inseto, mas também com o tamanho e características de um dragão, verde com detalhes em rosa, enorme, com grandes asas e um tipo de lente que protegia seus olhos, que num rasante, fez o Pokémon metálico errar o alvo.

Art by: All0412

O pai entregou a esfera nas mãos do menino enquanto sua mãe lhe dava seu colar e um forte abraço.

- Vá querido, vai ficar tudo bem.

- Ma-mas... Mas e vocês?

- Me escute filho – disse o pai sério – fuja, fuja e não olhe para trás. Mas não se esqueça de uma coisa: não deixe que os outros te impeçam de correr atrás de seus sonhos. Nós te amamos, você é nosso maior motivo de orgulho. – e antes que o garoto pudesse dizer qualquer coisa, Flygon o pegou e levantou vôo.

- Hahahahaha, pode fugir, mas não vai se esconder por muito tempo. Aggron, acabe com tudo e apague nossos rastros.

*****

Mesmo o garoto gritando para o Pokémon o largar, mas sem sucesso, olhou para trás e viu algo que fez seu coração quase parar: uma enorme bola de fogo estava onde antes era sua casa, e eles foram atingidos pela forte onda de choque da enorme explosão, sendo arremessados em um largo nas redondezas.

Como sendo um Pokémon bem treinado, seguindo as ordens de seu mestre, o Pokémon dragão pegou o garoto e seu Eevee e os levou a margem, deitando ao seu lado sentindo as dores do impacto.

Richard olhou para cima e ainda era possível ver as chamas altas. As pessoas da cidade começaram a se alvoroçar com as explosões e o caos na casa dos Ferysen. Ainda confuso, assustado e com o corpo dolorido, abraçou seu Eevee e se aconchegou em Flygon, tentando dormir, ou acordar, do pesadelo que tinha se tornado aquela noite em sua vida.





Notas da Autora
Capítulo 1

{ 18 comments... read them below or Comment }

  1. Nossa...tão cedo e com mistérios; é assim que eu gosto de uma história, parabéns Zyky, foi um capítulo curto, mas para um prólogo tá mais que bom, foi muito interessante, se o começo já foi assim, imagina o resto da história! Pobre garoto... espero que seus pais não tenham morrido, e estou curioso pra saber o que os vilões estavam procurando, mas, como eu sei que você não vai dizer, fica a curiosidade. até mais.

    De: Firewall

    ReplyDelete
  2. O prólogo ficou muito show! O que será que acontecerá com o pequeno Richard? Por que os pais deles foram atacados? O que os criminosos procuravam?
    Aguardo ansiosamente pelo capítulo 1.
    Até +!

    Ps: Eu amo Eevees *.*

    ReplyDelete
  3. Não fui o primeiro a comentar em Oblivia? Ok, não se pode ganhar todas, hehehe.

    Zyky, eu já tinha lido esse prólogo quando você o mandou para o concurso, mas fiz questão de ler de novo... Porque eu esqueci de tudo, kkkkkkkkkkkk.

    Aiai, eu sou impagável! Ok, ok, brincadeiras à parte, temos finalmente um ótimo trabalho logo de cara, o que nos dá a sensação de que Oblivia nos trará capítulos incríveis em breve. Então vamos já comentar sobre este prólogo.

    Eu já sei bem o que acontece com o pequeno Richard, já que você também mandou o primeiro capítulo para a avaliação. Realmente essa foi uma noite para ele se esquecer, mas infelizmente vai ser atormentado por ela por muito tempo ainda. Queria saber quem é esse cara logo, assim eu posso torcer para ele levar uma surra.

    O horizonte da Aliança se abre para Oblivia. Agora você é parte da família, e como tal receberá nosso apoio. Vou falar a verdade, quando soube que você ia dar início às atividades por aqui eu fiquei irritado, pois sou sempre o último a saber das coisas *Shadow sempre atrasado*. Mas por outro lado já fiquei na ansiedade para acompanhar esta história.

    Conheço pouco sobre os Rangers. O pouco que sei, aprendi quando o nosso amigo Thiago escrevia Almia, que infelizmente acabou. Então acho que vou ter que aprender o resto com você. Então capricha!

    Vou ficando por aqui, pois acho que meu comentário já está ficando do tamanho de uma Bíblia. Então nos vemos na próxima Zyky!

    Um ótimo trabalho para você aqui em Oblivia!

    ReplyDelete
  4. Eae Zyky, blz? Garota(essa foi diferente, estava acostumado a sempre dizer "cara" kk), esse prólogo foi muito bacana, já deu para termos uma certa ideia do que acontecerá daqui pra frente. Um Eevee e um Flygon, dois Pokémons que gosto muito. Assim como o comentário acima: o que esses criminosos procuram? Fico aqui, curioso e ansioso pelo próximo capítulo. Até mais!

    ReplyDelete
  5. Me lembro de quando li esse prólogo pela primeira vez na thunders. Mesmo sem imagens, eu tinha imaginado as cenas de forma bem maneira, e confesso que imaginar tudo de novo foi bem agradável, ainda mais com essas imagens que me auxiliaram kkkk. Se me lembro bem, cheguei a ler sua fic até o capitulo dois e isso me motivou a ler novamente. Sucesso ai Zyky, em Oblivia.

    ReplyDelete
  6. Ola Zyky,

    Primeiro comentario meu em Oblivia *que emoção*.Esse prologo ficou muito legal, fiquei muito triste pelo Richard ja que agora perdeu a casa e ficou longe dos pais.
    Estou rezando para que eles não tenham morrido.E já apareceram pokemon de alto nivel de cara, hein?Sinto que ainda vou ver muitos desses.
    Ao ler o seu prologo pude perceber que sua a escrita de algum modo é diferente dos demais escritores da alainça, não sei dizer o que é que tem de diferente mas é, mas isso não a deixa de ser otima e bem compreensivel.
    Vou ser leitor fiel de Oblivia.Nos vemos no capitulo 1!

    ReplyDelete
  7. ZYKYTAAAAAAAAA!
    Uau, isso sim é um começo TOP!
    Adorei o prólogo, quer dizer, de novo né. Ler ele me bateu uma saudade, e uma ansiedade enormeeee, você não faz noção! E... bem, deixa pra lá.
    O Rick tentando proteger os pais com 7 anos de idade é uma coisa muito fofa e trágica, assim como o Joseph se despedindo dele tbm.
    Bom, a curiosidade nesse capítulo fica no ar: Quem são esses homens E o que eles queriam?
    Bjs fia! ♥

    PS: EVY É A COISA MAIS FOFA DO MUUUUUUUNDO! E o Flygon tbm, peguei um certo carinho por ele nessa fic!

    ReplyDelete
  8. Hello, Zyky!
    Já começou a história de forma, como dizer, fodástica! (tenho um certo costume de usar esse neologismo quando me animo muito.kkk)
    Vamos falar agora do capítulo. Muito chique como que um prólogo como esse anima tanto que dá vontade de ver mais capítulos.Chique!
    Uma duvidinha: que dia sairão os lindos e perfeitos capítulos? Só pra arrumar minha agendinha aqui. kkkk Espero ansiosamente por mais!
    As imagens deixam um gostinho de quero mais. Evy lindinha!
    Acho que é só. Acho também que falo demais, Mas tá bom, uai.
    Adios,
    Moacyr

    ReplyDelete
  9. Sinceramente o prólogo não ficou bom, ficou ótimo, uma maravilha!Estou esperando ansiosamente para a chegada do primeiro capítulo.
    Ps: essa Evy é uma graça *-* espero que ela evolua para uma Glaceon ou para uma Vaporeon.

    ReplyDelete
  10. Recadinho pra geral ai: ESSA É A MELHOR FIC DE POKÉMON RANGER QUE VOCÊS VÃO ENCONTRAR! YEP! \õ/

    Zyky minha jovem, eu já tinha lido o prólogo antes, mas com essas imagens ficou ainda mais bonito! Fiz questão de ler pra comentar de novo. Você tem um talento único para descrever as cenas com muita precisão, mas sem deixá-las cansativas ou massantes demais, cheia de palavras que deixam a gente confuso. Temos de início um fato bem marcante eim? A morte dos pais do pequeno Rick. Coitadinho, Zyky você é uma garota muito má! Eu gosto de maldades -vv-
    E o que esses caras queriam? Agora o Richard tá sozinho, pelo menos tem o Flygon e o Eevee com ele. Coitadinho. Será que vai superar a perda dos pais?

    É isso Zyky! O prólogo foi ótimo. Espero ver Oblivia logo cheia de capítulos e comentário! Sucesso minha jovem. See ya

    ReplyDelete
  11. Zyky, eu já havia lido esse prólogo, mas tive que comentar, porque é muito bom. Você é cruel, de fato, orgulhe-se disso moçoila. Acho que esse pequeno capítulo foi bom para conhecermos mais sobre o Richard e seu passado. Logo de cara você nos apresentou um acidente, mortes, pokémons importantes e tudo sem se alongar muito no texto. Deixou também aquele ar de curiosidade e muitas perguntas, como:

    Quem eram aqueles caras?
    O que queriam?
    O que acontecerá com Richard?
    E o Eevee fofo?

    Logo de cara o Richard já será apresentado com uma boa equipe, pelo que vi. São pokémons raros e que logo ganharão a atenção, mas tudo depende do trabalho que você desempenhar sobre eles. Mas confio em você e sei que esse é o surgimento de uma grandiosa fanfiction. *-*


    ReplyDelete
  12. Olá Zyky, eu to impressionado com a volta dos Rangers a Aliança Aventuras. Eu sei tudo sobre os Rangers e sobre Oblivia Ráaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa...
    Voltando ao assunto, os Pinchers apareceram com uma cara mais malvada do que eu pensava que apareceriam. O Ukulele Pichu vai aparecer? Até mais.

    ReplyDelete
  13. Heyy Ziky!
    Eu bem disse que percentia que ia gostar da FanFic e não é que é verdade?
    Surpreendeu-me imenso! Podia ter mais descrição mais isso não interessa lá mui até porque é apenas um prólogo!
    Cá pra nos... aposto que o Evy vai virar Flary (Flareon!! xD
    Ficou à espera!!

    ReplyDelete
  14. Zyky, que impressionante! Foi um ótimo prólogo e a Fic só tem a melhorar! Fiquei impressionado com o coitado do Richard, ele é bem corajoso e acho que já perdeu os pais. Foi surpreendente e... Estou ansioso para ler! Como o Ângelo disse, o Evy vai virar um Flary!

    ReplyDelete
  15. Eu juro por deus: Já vi essa história em algum lugar. (Não estou dizendo que você copiou de algum lugar.) É como se fosse... Um deja vú. Eu sinto... Que já li isso. É como... se eu tivesse uma espécie de Conexão com ela. Puxa, senti alguma coisa! *-*

    É fantástica... É uma pena que o blog tá em construção... Bem, eu descobri o Aliança faz um tempão... E tudo começou com Aventuras em Sinnoh... E vou ter o mesmo carinho com Aventuras em Oblivia!

    Sayonara!

    ReplyDelete
  16. Oi, Zyky! Creio que agora eu tenha tempo para conseguir ler tudo em Oblivia e comentar certinho aqui, sinto inclusive que demorei até demais para colocar os comentários nos trilhos kkk Reler tudo me traz uma sensação muito especial, e admito que gosto disso. É aquela ideia do que já conheço, mas dessa vez poderei ver tudo olhos mais críticos, até porque em tão pouco tempo sinto que mudei como nunca imaginei ser possível.

    Bem, em especial nesse prólogo eu gostaria de deixar uma singela sugestão para você. Pelo que vejo você ainda mantém os capítulos no Nyah porque não quer perder os comentários, estou certo? Sabe o que você pode fazer? Volte lá, pegue o comentário dos leitores que você mais gostar, copie-os e cole aqui no blog. Clique nessa aba logo abaixo escrita "Comentar como" e vá para OpenID. O que é isso basicamente, você pergunta? Aqui você pode colocar o nome da pessoa que comentou no Nyah, e o link da página dela. Dessa forma você irá "migrar" seus comments de forma manual, poderá apagar a fic de lá e ficar com todos os comentários guardadinhos aqui no blog. Não é bacana? Eu também tenho um carinho especial por comments, mas se você preferir deixar todos aqui faça essa sugestão que eu lhe dei, mas é só ter bom senso e não alterar nenhuma vírgula né, afinal, não é nossa intenção surrupiar opiniões ou colocar palavras na boca das pessoas, temos um senso de justiça para não cometer isso! (:

    Essa é a sugestão que deixo caso você deseje guardar todos os comentários aqui no blog. Eu vou tentar ir colocando os meus em dia, lendo cada um de seus capítulos novamente. Quero que Oblivia comece a se evidenciar, e sei que logo teremos um crescimento incrível para tudo que acontece aqui. Preciso rever a Ellie, faz tanto tempo que não vejo essa mocinha em ação... kkkkk Um beijão Zyky, até a próxima!

    ReplyDelete
  17. E olha eu aqui marcando lugar em mais um blog da Aliança o/ Provavelmente tu não me conhece pq estou HIPERULTRAMEGA atrasada em AeS e AeH, atualmente só acompanho de fato AeU e AeXY, mas voltando, eu sempre tive curiosidade por esses arquipélagos não tão conhecidos do mundo Pokémon, então quando vi só 10 caps.... Tentei resistir, mas não deu, tive que virar leitora <3
    Enfim, tu já deve estar cansada de me ouvir sobre mim -qq
    Devo dizer que no título já ganhou pontos comigo <3 (sou meio piromaníaca, oe)
    Região repleta de mistérios e ruínas <3 <3
    Posso dizer que já gosto da Samantha de cara por ser chará de personagem minha? (-qq)
    Casa afastada com uma floresta ao lado AMANDO o gosto do casal pra moradias <3
    Ownt, Richard, você é um fofo, uma pena que eu não to com um bom pressentimento considerando o que li na sinopse -q E, só pra não deixar passar, KYYYAAAAAAHH, ELE TEM UM EEVEE <3 <3
    Richard gosta de Dragão e Fogo? É um fofo mesmo <3 (mas tenho pena de quem desafiá-lo, são dois tipos mui perigosos hoho)
    Legal é que tá tudo lindo tudo certo E DE REPENTE BUUM, EXPLODE TUDO (literalmente, nesse caso -q)
    GENTE, É UM ATAQUE E.T., SOS, CHAMEM A NASA -QQ
    - Eles nos acharam... – sussurrou Joseph aflito > Curiosa sobre quem são 'eles' e por que eles queriam achá-los? Nah, magina ~
    Também nem estou curiosa para saber o que eles procuram, nah
    - Nem nos matando você vai descobrir... > You shouldn't have done that...
    Oh, pequeno Richard, não fique! Tenho até medo do dano psicológico que isso poderá acarretar para você ;-; (sem falar que, você deveria ter corrido para procurar ajuda! (se bem que, a casa é afastada.... ainda assim!))
    Flygon <3 Mas pera, por que os pais não poderiam mandar os pokés usar Fly com eles também? .--.
    SUPER LINDO LER ESSA DESPEDIDA CHORANTE QUANDO MINHA PLAYLIST CAI EM FIX YOU, RECOMENDO -SQN licença que estou indo chorar rios T.T
    A frase final, por Arceus ;-; (e a intensidade de tudo mais do que melhorada (ou piorada, slá) com Fix You ainda tocando, podes crer)
    Well, devo dizer que gostei bastante desse prólogo! Adooooro drama (apesar de eu reclamar e choramingar (e até chorar se for algo muito impactante e/ou A PLAYLIST SACANEAR ASSIM)) <3 Abraços, devo aparecer de novo em breve ^^/

    ReplyDelete
  18. Eu tenho um monte de comentários para responder neste post, mas o seu me chamou a atenção Anne, pq vc comenta igual a mim aeuhauehuaeh XD (~le fanática)

    Vc se acha desatualizada? Não se preocupe, querida, tem gent bem mais (tipo, eu '-' - e olha q sou da equipe :x), mas sim, por enquanto, a fic tem 10 capítulos, fora o prólogo e especiais, mas ainda tem muita coisa guardada para postar aqui, pode acreditar!

    Eu me amarro em mistério, por isso a presença dele em Oblivia, sem falar q essa região é um mistério por natureza ^^'
    Essa família Ferysen não é uma coisa fofa? *-* A Samantha diva, somente u.u E SIM, EEVEEs NÃO PODEM FALTAR, SÃO AS CRIATURAS MAIS FOFAS DA TERRA *---------*
    Dragões e Fogo ownam, somente o/

    Triste esse fim, não? Ç.Ç (acredite se quiser, me deu uma dor no coração escrever isso D:), mas tinha q ser assim. Pq? Sei lá, procuro a resposta até hj '-'
    OH MY LUGIA, VC PRESTOU ATENÇÃO NESSAS FALAS? *------* e sim, são chaves mto importantes mais para frente, guarde-as bem u.u
    Cena + Música = rios d lágrimas, sempre assim T-T
    Te aguardo ansiosamente! XD


    PS: Calma, pessoal, vou responder todo mundo, ok? ^^'

    ReplyDelete

- Copyright © 2014 Aventuras em Oblivia - Zyky Flareon (Priscilla Zykah) - Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -